Fitness

Lovecraft Country

Lovecraft Country é uma série de televisão norte-americana de drama e terror desenvolvida por Misha Green e baseada no romance de 2016 de mesmo nome de Matt Ruff. Na década de 1950, nos Estados Unidos, Atticus Black se junta a sua amiga Letitia e seu tio George em uma viagem em busca de seu pai desaparecido no sul do país sob forte segregação racial.

Uma verdadeira montanha russa: Essa foi a minha sincera impressão ao assistir os episódios de Lovecraft. São muitos episódios bons e ruins em uma temporada apenas. Este trabalho não poderia escolher melhor hora para estrear: Com todo o período conturbado que os EUA está passando, e com a campanha do ‘Black Live Matter’, a série cai ‘como uma luva’ para a HBO quando une os temas e cava histórias sombrias da América: Como o massacre em Tulsa (algo que ‘Watchmen’ tinha retratado muito bem em 2019).

Entretanto as próprias obras de “Lovecraft” são em si polêmicas pois tratam o branco como o mocinho e negros como vilões. Tal segregação numa obra de ficção extrapola qualquer linha de racismo. Mas, paremos para refletir no que a série faz...Ela inverte os lados: Agora os negros são os mocinhos e brancos, vilões. Tal inversão não demonstra o mesmo ato de racismo também? É claro que tal proposta é bastante sutil, entretanto todos os brancos são retratados como péssimas pessoas. É claro que tal segregação de fato aconteceu, isso é terrível e inadmissível. Nesse aspecto a série a retrata muito bem. Entretanto, mesmo naquela época, todos os brancos eram ruins e perversos? Tal escolha faz o arco da série ser tão racista quanto os livros.

A maioria de seus episódios são temáticos, ou seja, cada semana temos um enredo principal. Esta separação foi boa e ruim ao mesmo tempo: Enquanto existem semanas que a proposta é bastante bem elaborada e o roteiro forte (ressaltando os episódios 1,3, 6, 8 e 9), existem outros que beiram um grande fracasso a ponto de nem parecer a mesma série, tal inconstância (até na atuação de seus personagens) fazem a série cair em qualidade. Sem falar do seu episódio final que beira o clichê da forma mais preguiçosa possível.

‘Lovecraft Country’ começa de forma monumental, porém o declínio é tão monumental quanto o seu início. Seus CGI’s, na maioria das vezes não foram finalizados, seus cortes de cenas não bruscos e infantis. Faltou sintonia entre seus episódios, roteiro com mais pretensões ao terror, algo que nem o carisma de seus personagens pôde compensar.

Joinhas:

2

Por:

@eduardomontarroyos

.0 / 5.0

2 Lados Online © 2014-2020. Created by Rafael Carvalho