Morbius

Mais um lançamento da Sony no mesmo universo do ‘Homem-aranha’, dessa vez apresentando mais um vilão para a lista do ‘teioso’. “Morbius”, um homem morcego que tem cede insaciável de sangue e quando com fome, nada fica em seu caminho. Morbius, vivido pelo ator ‘Jerad Leto’ se entrega ao personagem, assim como faz em todos os filmes que participa. Muitos não gostam de sua atuação em outros longas, para provar que ele é um bom ator, veja “Clube de compras Dallas”, onde o ator e vocalista da banda "30 Seconds to Mars" ganhou o ‘Oscar’ de Melhor Ator Coadjuvante.

O longa irá nos introduzir mais um vilão. Consegue nos passar a sua motivação bem como todas as dificuldades de ser um monstro com uma sede insaciável de sangue, mas tudo isso com muita rapidez e sem muitos detalhes. “Morbius” tem muitos poderes que para muitos seria difícil de controlar e aprimorar, mas no filme, ele aprende em uma tarde. O vilão do filme que aparentemente tem os mesmos poderes, nem chegamos a ver como ele passa a controlar todos os poderes incríveis e difíceis de ter. Sem falar que a motivação do vilão é uma algo muito vazia e muito sem sentido: Num momento do filme ele tem uma personalidade e no outro o mesmo começa a mudar (do nada), sem nos dar nenhum indício de que poderia ser uma ameaça.

Falando também dos efeitos especiais, que em minha opinião, foram bons em alguns momentos, mas fracos em outros, só que os momentos em que foram fracos, eram momentos cruciais para a trama, momentos que definiriam o filme. Morbius nos decepcionou um pouco, mas por outro lado nos deixa mais tranquilos, pois não foi um desastre tão grande como, por exemplo, o último Venom.

Joinhas:

2

Por:

@vini.ventura23

.0 / 5.0