Fitness

O Dilema das Redes

O de “O Dilema das redes” é mostrar os efeitos colaterais que as grandes empresas de interação digital podem causa na humanidade. O mais intrigante é que seus próprios criadores falam e nos fornecem depoimentos chocantes sobre tal fenômeno. Existe neste documentário uma mini esquete onde relata tudo o que os participantes estão nos fornecendo.

De forma muito elucidativa vemos a personificação da tecnologia tentando nos persuadir a ficarmos cada vez mais vidrados nela. Tal ilustração é uma das mais inteligentes que já presenciei em um documentário.

Entretanto, não creio que as redes sociais seja esse “demônio” destruidor de mundos que o documentário tanto exalta. O título trata essa questão como um ‘dilema’ e de fato o é. Terminamos o longa sem sabermos o que pensar ou quê opinião defender. Digamos que a Inteligência artificial seja um “remédio muito forte”, e como todo remédio desse gênero existem seus efeitos colaterais, se tomado em grande quantidade talvez esses efeitos sejam mais prejudiciais que o próprio remédio. Esse é o segredo deste filme, o problema das redes é o problema de tudo o que é praticado exageradamente.

As pessoas, influenciadas por uma força coercitiva exacerbada acham que mídia, política ou tecnologia são monstros manipuladores capazes de nos dominar, e não existe nada que possamos fazer para mudar isso. Não! Podemos mudar! Existe até um desfecho parecido com uma solução no documentário, mas ela não é valorizada, seu terceiro ato é fraco e agridoce. (Apenas nos créditos vemos aplicações mais coerentes perto de uma possível solução). Entendam! Somos os criadores da mídia, política atual e tecnologia, este é um princípio básico: Todo criador tem domínio sobre a criatura. Quando tivermos que prestar contas Deus não vai punir a tecnologia ou qualquer outra invenção humana, ele vai NOS punir! Nós somos os responsáveis.

Porque eu escrevo críticas? Nem formado nisso eu sou. Porque acho esse um excelente meio de tornar um mundo melhor. Não faço porque sou um boneco das redes sociais. Precisamos aprender a termos o controle do que criamos sem nos deixarmos ser controlados. O documentário é muito pertinente para os dias atuais, só que existe um outro lado da moeda bastante abrangente. Fala-se muito dos efeitos colaterais e se esquecem de que estamos discutindo sobre um REMÉDIO. Rede social é um forte remédio contra uma mídia manipuladora, falta de interação, grandes discursos infectados com lavagem cerebral e contra as próprias “Fake News” que são jogadas no meio dela. Que posamos ponderar, criticar, nos mover e reter o que é bom deste documentário, mas não podemos ser manipulados, nem mesmo pelo próprio.

Joinhas:

2

Por:

@eduardomontarroyos

.0 / 5.0

2 Lados Online © 2014-2020. Created by Rafael Carvalho