Fitness

Rocketman

Retratando a dramática e impressionante história de Elton Hércules John, vivido por ‘Taron Egerton’ que retrata muito bem a melancolia, alegria, solidão, raiva e outras muitas emoções do fabuloso cantor. A sua atuação é digna de concorrência ao Oscar, pois difícil foi a tarefa de interpretar e cantar tão bem quanto a explosão de sucesso mundial que é Elton John.

O longa tem uma fantástica produção com planos sequência de longas durações. Um musical que emociona e coloca as muitas músicas de Elton perfeitamente bem posicionadas no filme, tendo uma conexão surpreendente com a vida do cantor.'

Com o próprio Elton John na produção executiva, o longa nos trás figurinos idênticos as fotos que já existem dos shows e da vida do artista.

Com cenas fortes e desafiadoras para um ator heterossexual, talvez com um certo exagero um tanto desnecessário nos detalhes em cenas de relação sexual mostradas em cena. Assim como em ‘Bohemian Rhapsody’ todos sabiam que ali existiam muitas relações sexuais, mas o filme foi muito bem aceito mundialmente, sem ter que mostrar tantos detalhes. Isso não vale apenas para cenas homossexuais, qualquer cena, do chamado ‘sexo gratuito’ não deve ser visto com bons olhos em tela.

Tirando, esse ‘pequeno’ exagero o filme está longe de ser mediano, ele ultrapassa as barreiras da expectativa. Nada melhor do que um artista completo, cheio de saúde por trás de sua própria história, contando e monitorando cada detalhe desta interessante vida cheia de talento e músicas clássicas que irão fazer todos levantar das poltronas e cantar junto com o elenco, que inclusive, é um dos mais bem selecionados para um filme musical. Seu protagonista (Taron) incorpora John de uma forma quase ‘mística’ e surreal. Vale a pena se emocionar nos cinemas junto ele essa equipe digna de Oscar!

Joinhas:

4

Por:

@viniventura18

.0 / 5.0

2 Lados Online © 2014-2020. Created by Rafael Carvalho