Fitness

The Mandalorian

A segunda temporada da série da série de televisão de streaming estadunidense The Mandalorian é protagonizada por Pedro Pascal como personagem-título, um caçador de recompensas que tenta devolver "A Criança" à sua casa. É parte da franquia Star Wars, ambientada após os eventos de Return of the Jedi (1983). A temporada foi produzida pela Lucasfilm, Fairview Entertainment e Golem Creations, com Jon Favreau atuando como showrunner.

Após o excepcional final que a primeira temporada nos deixou era difícil imaginar que o novo ano mantivesse o nível, mas algo de surpreendente aconteceu: O nível subiu, e muito! Como gostamos de ser surpreendidos com tais acontecimentos! Apesar de não ser muito “fã” de episódios com “temas semanas”, pois a série é, basicamente, uma missão por semana, esta segunda temporada consegue ficar ainda mais distante disso quando cria grandes dependências entre episódios. Ou seja, o “tema central” está mais presente em cada cena.

A produção está impecável: A ‘Disney’ não mediu investimentos para esta empreitada (até porque ela é o seu cargo chefe no streaming, até agora). Entretanto tal investimento encontrou-se um pouco raso nas últimas cenas, quando vemos nitidamente algumas falhas de efeitos no rejuvenescimento de um personagem específico no qual não posso detalhar. São nítidas as falhas desta aparição, embora tenha-se mostrado bastante promissora. As aparições de “Boba Fett” e “Ahsoka Tano” não apenas representaram um grande “fã-service” mas foram indispensáveis para a história, sem descaracterizá-la ao mesmo tempo.

O maior problema encontra-se apenas na vilania. O que nos foi prometido na primeira temporada foi algo avassalador, algo bastante difícil, principalmente com a aparição do “sabre negro”. Entretanto tal vilania não é, de forma alguma explorada, fácil de ser derrotada. O “Sabre negro” não passa de mais uma lança qualquer para o Mandaloriano, sobrando apenas um diálogo superficial como principal arma para o vilão. A importante contratação no ‘Cast’ para a vilania deveria ter sido mais bem explorada.

Entretanto, nada ofusca a evolução televisiva que “The Mandalorian” representa. Tudo nos salta os olhos: Elenco, produção, roteiro e direção. Tanto é que os fãs já o consideram como “melhor que os filmes da nova trilogia” ou “o verdadeiro Star Wars”. Com a saída de um personagem bastante importante a série agora deve buscar “andar com suas próprias pernas” explorando sua singularidade nesta galáxia tão vasta e muito, muito distante.

Joinhas:

3

Por:

@eduardomontarroyos

.0 / 5.0

2 Lados Online © 2014-2020. Created by Rafael Carvalho